Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Resultado da Análise dos Inquéritos

Relativamente aos inquéritos realizados, obtivemos diferentes resultados relativos às várias faixas etárias entrevistadas.

A faixa etária até 15 anos tem uma opinião negativa em relação à sua vila, crendo que esta não está suficientemente desenvolvida em termos de comércio, cultura e espaços multi-usos. No entanto, existem espaços que agradam aos jovens, tal como o Museu, o Espaço Internet e a Biblioteca. Em oposição a este facto existem estradas em más condições, abandono de edifícios (Colégio Nun’Alvares e Bombeiros velhos). Devido a estes aspectos referidos, a população sente a falta de um cinema, de um teatro, de um parque de campismo e de um espaço multi-usos e gostaria ainda que fossem criadas várias actividades na sua vila, como actividades radicais, a exploração fluvial e eventos musicais.

A população correspondente ao intervalo 16 – 22 anos mantém uma opinião negativa em relação à vila, considerando que esta está pouco desenvolvida. Prevê que um cinema e um teatro seriam aspectos que poderiam ser projectados. Como pontos positivos, os inquiridos apontam a Biblioteca, o Espaço Internet, o Museu e as Piscinas já existentes na vila. Contudo, na sua opinião verifica-se pouco apoio ao desporto, falta de espaços verdes e abandono de instalações como a “Câmara velha”, entre outros. Para esta faixa etária, seria importante criar espaços multi-usos e desenvolver actividades radicais.

A população dos 23 – 34 anos criou na sua maioria uma opinião positiva sobre a sua vila. Contudo, não se sente totalmente satisfeita pois não acredita que Carregal do Sal esteja suficientemente desenvolvido. Para estes, o centro de saúde, os centros culturais e os espaços verdes deveriam ser mais apoiados e deveriam ser criados espaços de diversão, transportes e cuidar a praia fluvial da azenha. Os inquiridos crêem que a vila necessita de caminhos pedonais e de associações ambientais. Por outro lado, o ambiente, a localização da vila, as fábricas, o museu e a biblioteca são considerados aspectos importantes e satisfatórios.

 

A população dos 35 – 46 anos não acredita que a vila esteja desenvolvida, pelo que evidencia uma opinião negativa sobre a mesma. Pensa que a cultura poderia ser um dos aspectos a desenvolver já que esta está bem localizada. Um ponto de satisfação é a Biblioteca Municipal. Como factor de insatisfação, referem os  monumentos abandonados e os transportes públicos. Gostariam de ter um cinema, possivelmente num dos espaços para eles considerados mal aproveitados, tal como os Bombeiros e a Escola Antiga. Seria importante criar caminhos pedonais e desenvolver eventos musicais.

 

Por fim, a população de mais de 47 anos não acredita no desenvolvimento da vila mas apresentam uma opinião positiva acerca da mesma. Para estes, a cultura demonstra sinais de pouco desenvolvimento, tais como a degradação da rede viária demonstra sinais negativos. A falta de cinema é considerado um aspecto a desenvolver num dos espaços mal aproveitados, tal como a escola antiga pela sua inexistência. No entanto, as fábricas, a Biblioteca e o Museu são espaços de satisfação para estes. Seria importante criar espaços multi-usos e desenvolver associações ambientais.

Publicado por vanguardasfuturistas às 19:36

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Mais Sobre Nós

Pesquisar neste blog

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

Relógio

Contador

motos
motos

Estatísticas

Posts recentes

Relatório

Poster

Ausentes por uma boa caus...

Andanças do projecto:

Resultado da análise de a...

Entrevista ao presidente ...

Entrevista ao presidente ...

Entrevista ao presidente ...

Entrevista ao presidente ...

Entrevista ao presidente ...

Arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Links

Apresentação da Vila